SALIVA – PRA QUE SERVE A SALIVA?

Quando aparece aquele prato saboroso na nossa frente bem quando estamos muito tempo sem comer, sentimos a boca salivar, não é mesmo? Muita gente acredita que a função da saliva é avisar que estamos com fome. Mas, na verdade é muito mais que isso.

A saliva é um fluido corporal importante para nosso organismo. Ela é produzida por 3 glândulas: parótidas, sublingual e submandibular.

Quando ficamos com água na boca ao sentir um aroma, é porque nosso sistema nervoso estimula a produção de saliva, entendendo que um alimento será digerido. Assim, uma das funções da saliva é ajudar no processo digestivo.

A saliva contém enzimas digestivas como a ptialina, também chamada de amilase salivar, que inicia o processo de digestão ao agir no PH neutro da boca.

O fluido corporal também tem a função de lubrificar a boca, umedecendo os alimentos e ajudando a quebrar moléculas.

Outra função da saliva é a proteção da boca contra microorganismos que podem afetar o trato respiratório e digestivo. Isso por conta da IgA, a Imunoglobulina Secretória A, substância que auxilia na defesa contra vírus.

Somado a isso, a saliva controla a proliferação de bactérias, daí a vulnerabilidade da boca em relação às cáries quando diminui a quantidade do fluído.

Assim, a alteração da quantidade de saliva na boca impacta diretamente a saúde do nosso corpo. Já vimos que a falta do fluido pode provocar cáries, mas não é apenas isso.

Quando o corpo tem menos saliva do que necessário, a saúde bucal pode piorar, trazendo problemas como sapinho, estomatite e aftas.

Alguns fatores que levam à diminuição de saliva na boca são a idade, o tabagismo, excesso de alimentos salgados, estresse, ansiedade, diabetes e determinados medicamentos.

Contudo, além de trabalhar na digestão, umidificação e defesa, a saliva pode, ainda, ser um veículo transmissor de doenças para o corpo. Dente essas enfermidades que chegam ao organismo por meio da saliva estão o citomegalovírus (que traz herpes), a tuberculose e a mononucleose.

A mononucleose é conhecida como a “doença do primeiro beijo”, pois ela é comum entre adolescentes quando começam a beijar na boca. A enfermidade não tem um tratamento específico, mas, por outro lado, não costuma ser grave, apresentando sintomas como febre, dores na garganta e cabeça e gânglios inchados.

Por fim, a saliva é utilizada na realização de alguns exames, como DNA e detecção de HIV.

Então, esse fluido corporal é muito importante para o bom funcionamento do nosso corpo e ainda traz informações sobre nossa saúde. Por isso, beba água com prazer e não deixe de consumir cerca de 2 litros por dia.

 

 

 

FALE COM A NOP ODONTO





Leave us a reply