OBTURAÇÃO OU RESTAURAÇÃO? O QUE SÃO ESSES TERMOS E QUAIS AS DIFERENÇAS?

Você sabia que existe diferença entre restauração e obturação? Embora muita gente ache que os termos são sinônimos, eles representam tratamentos dentários diferentes:

Obturação

O termo quer dizer “fechar um buraco”, ou seja, é o tratamento que preenche orifícios nos dentes causados por cáries ou por procedimentos ortodônticos em que o dentista limpa o dente e preenche o local aberto para evitar a entrada de micro-organismos.

Procedimento ortodôntico não causam cavidades, e sim os endodônticos, não use a palavra orifício, mas sim condutos ou cavidades.

Restauração

A restauração, como o próprio nome diz, restaura dentes danificados para voltarem a ter suas funções normais. Ela pode, inclusive, estar ligada à recuperação de funções de mastigação, de fala e até mesmo, à estética.

Ou seja, a restauração é um tratamento mais amplo e pode, até mesmo, conter um procedimento de obturação como parte do processo. Trata-se de uma recuperação que vai além do fechamento de uma cavidade, ele restaura formato e função dental.

Então, quando se deve usar cada procedimento?

Para responder essa pergunta, nada melhor do que um especialista. Seu dentista irá avaliar seu caso e te orientar para o tratamento antes de iniciar qualquer procedimento.

O especialista irá pesquisar sua boca para identificar cáries, infiltrações, possíveis trincas e rachaduras nos dentes. Para isso, o dentista usa um espelhinho e, conforme a necessidade, outros instrumentos próprios para a avaliação, incluindo a possibilidade de um raio-x. De acordo com os danos e problemas encontrados, o profissional irá recomendar o tratamento mais adequado.

No geral, a obturação é utilizada para o fechamento de um dente após a limpeza de um canal. Ele conclui o tratamento e evita que aconteça algum tipo de contaminação.

A restauração é usada para reconstruir uma parte perdida do dente (exemplo: um dente fraturado) . É uma reconstrução que pode ser feita de resina (material da cor do dente) ou amalgama (liga de mercúrio, patra, cobre, estanho e zinco).

Um exemplo de procedimentos para a restauração segue os passos abaixo:

  • uso de anestesia na região do dente a ser restaurado. Assim, a área fica adormecida e o paciente não sente dor durante o procedimento.
  • O dentista remove a cárie, limpando a região afetada por meio de uma furadeira, deixando uma cavidade aberta e limpa.
  • Para garantir que a cavidade será coberta e não haverá nova infecção, o dentista pode fazer uma obturação antes de restaurar. Ele preencherá o espaço com um ácido em gel antes de aplicar o material restaurador.
  • Colocação do material restaurador que, conforme o caso, pode ser aplicado em camadas.
  • Por último, o dentista poli o material, moldando de acordo com o formato do dente.

 

 

FALE COM A NOP ODONTO





 

Leave us a reply