Câncer Bucal – Quais as causas e como evitar?

O câncer bucal está entre os tumores malignos mais comuns e mortais. Ele acometeu mais de 15mil brasileiros em 2016 de acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva), sendo mais de 4.400 mortos.

Esse nome é dado aos cânceres que afetam lábios, língua (mais comum), bochechas, céu da boca, região embaixo da língua e gengivas. Em outras regiões da boca, o câncer costuma incidir em pessoas tabagistas, com risco maior se elas também forem alcoólatras.

Para evitar o câncer bucal é preciso, antes de mais nada, saber quais são as causas. Segundo o INCA, os fatores que podem levar ao aparecimento de câncer de boca são o vício de fumar, idade superior a 40 anos, consumo de álcool, má higiene bucal e outras faltas de cuidados com a saúde da boca, como próteses mal adaptadas ou antigas, dentes trincados ou quebrados, lesões por mais de 2 semanas e outros.

Quanto mais cedo um câncer for diagnosticado, mais fácil será o tratamento com possibilidade de cura sem grandes traumas. Por isso, se você apresentar qualquer um desses sintomas por mais de 2 semanas, mesmo não apresentando os fatores mais comuns de causa, visite seu dentista ou médico imediatamente:

  • Feridas na boca sem cicatrizar (mesmo que indolores)
  • Dor persistente na boca (que não passa)
  • Mau hálito persistente (halitose)
  • Caroços no pescoço ou bochecha
  • Mudanças na voz
  • Dificuldade de mastigar ou engolir
  • Vermelhidão ou área esbranquiçada na língua, gengiva ou em outras partes da boca
  • Dor de garganta, irritação ou a sensação de que tem algo preso na garganta
  • Dor e inchaço na mandíbula, chegando a alterar ou incomodar próteses
  • Dentes moles na gengiva

 

Ao realizar o exame clínico, o profissional de saúde irá solicitar uma biópsia para verificar se a lesão é um tumor maligno. Em caso positivo, é realizado um tratamento que pode ser radioterapia e cirurgia, podendo ser associadas ou isoladas, conforme o caso.

Para evitar a doença é fundamental hábitos saudáveis, a começar pela higiene bucal, com visitas regulares ao dentista, garantindo tratamento de eventuais problemas bucais.

Além disso, é altamente recomendado evitar o fumo e o álcool, especialmente para pessoas acima de 40 anos e à exposição ao sol sem proteção (protetor solar e chapéu de aba longa), somados à uma alimentação saudável.

Por isso, cuide sempre da sua saúde bucal, faça a higiene correta diariamente e, ao aparecer qualquer sintoma ou dúvida, converse com seu dentista, ele saberá te orientar e direcionar para um tratamento, se necessário.

 

FALE COM A NOP ODONTO





Leave us a reply