Uma vida mais feliz com implantes

Recupere sua qualidade de vida e sua autoestima sem medo

Quem já perdeu um dente e fez implante sabe a felicidade que é poder recuperar a saúde bucal e a autoestima. Os implantes dentários são estruturas de metal, geralmente de titânio, que são posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias.

Implantes para sua saúde bucal

Nesse suporte estável, o dentista monta os dentes substitutos, que não escorregarão nem mudarão de lugar na boca e ajudarão na alimentação e na fala, proporcionando uma situação mais natural do que pontes e dentaduras convencionais.

Outro benefício importante do implante é que não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar, como é feito em pontes fixas convencionais, até porque para algumas pessoas as próteses e dentaduras comuns são inviáveis e desconfortáveis.

Quem deseja fazer um implante precisa saber que tem que ter gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentar a estrutura. Nesse caso, somente um especialista poderá fazer a avaliação correta sobre sua boca e as possibilidades dos implantes necessários.

A pessoa que optar por implante também precisa se comprometer que a fazer uma excelente higiene bucal e se programar para fazer visitas regulares ao dentista. Essas medidas ajudarão na manutenção da estrutura metálica.

Além disso, é bom atentar para o fato de que a maioria dos procedimentos cirúrgicos de implantes é realizada no consultório do dentista. A anestesia local é a mais adequada para o procedimento, embora seja possível usar outras formas de anestesia, como o óxido nitroso ou anestesia oral ou intravenosa. É possível também realizar procedimentos cirúrgicos complementares, como aumento ósseo, separadamente ou durante a cirurgia de implante.

O tipo mais recomendado de implante ultimamente é o ósseointegrado, quando a implantação se dá por meio cirúrgico diretamente no osso maxilar. A integração do osso demora de 4 a 6 meses, dependendo da região que irá receber o implante. Logo após a integração, o ortodontista realiza uma segunda cirurgia para ligar o implante ao meio bucal. É neste momento que o cirurgião dentista remove a gengiva que recobre o implante e conecta um dente artificial ao implante, individualmente ou agrupado em uma prótese.

Pesquisas mostram que é possível fixar um pino de fixação junto com o implante. Esse procedimento pode ter certas limitações, mas garante com maiores chances a eliminação da necessidade de uma segunda cirurgia para expor o implante. Mesmo assim, o implante ainda requer uma cicatrização adequada para que o osso possa se osseointegrar.

Quero fazer, mas tenho medo 

Muitas pessoas ainda têm medo do tratamento com implantes, mas é importante que esse mito de que dói muito fazer um implante seja derrubado. A colocação dos implantes é muito tranquila em relação à dor, até porque você recebe uma anestesia local, a mesma que recebe para fazer qualquer tratamento dentário. Confira essa nossa outra matéria como são feitos os implantes e se sentir seguro.

A única fase que você poderia sentir algum desconforto seria na hora de abrir a gengiva, mas muitas vezes isso nem precisa ser feito, visto que há a possibilidade de inicialmente usar o computador para ter o modelo da boca do paciente com os implantes colocados e uma guia. Com isso, o dentista saberá o local exato do implante na boca no ato cirúrgico sem precisar cortar a gengiva e nem dar pontos. É importante salientar que quando se chega ao osso, a dor não ocorre porque o osso não tem inervação.

O pós-operatório é bem tranquilo. O especialista irá recomendar o uso de analgésico, antibiótico, antiinflamatório e repouso apenas no dia da cirurgia. No outro dia após o procedimento, o paciente poderá (ainda que de forma moderada) voltar às atividades normais com alegria, disposição e satisfação.

FALE COM A NOP ODONTO





Leave us a reply